top of page

Audiências públicas para discutir o Plano Diretor tem participação da população em Ilhabela

A Prefeitura de Ilhabela segue com o processo de revisão do Plano Diretor,

instrumento essencial para o planejamento urbano e o desenvolvimento

sustentável da cidade. Com o objetivo de envolver a população e promover um

debate democrático, duas audiências públicas foram realizadas recentemente,

abordando temas cruciais como macrozoneamento, zoneamento, regras

urbanísticas, posturas e edificações.

 


As audiências públicas foram realizadas no Centro Cultural da Vila e no Paço

Municipal da Prefeitura de Ilhabela. O prefeito Toninho Colucci, secretários

municipais, vereadores, servidores públicos, presidentes de associações de

bairros e conselhos municipais, além de membros da comunidade estiveram

presentes, contribuindo com ideias, sugestões e preocupações em relação ao

futuro da cidade.


“Esse é mais um passo importante para garantir que as decisões tomadas

estejam alinhadas com as necessidades e aspirações da população”, enfatiza

Colucci.

 

A revisão do Plano Diretor começou em fevereiro deste ano. São previstas seis

etapas no processo e as audiências públicas integram a fase 3. Também foram

realizadas oficinas de leituras comunitárias, com o objetivo de informar o

andamento dos trabalhos e também ouvir os anseios da população.

 

Na próxima fase, serão realizadas as reuniões com o Conselho do Plano

Diretor e sociedade civil organizada, desta vez para entrar propriamente nos

artigos da legislação e ampliar as discussões acerca dos pontos que precisam

ser alterados, revisados suprimidos ou incluídos.

 

Vale ressaltar que a participação da comunidade é fundamental nesse

processo. Todas as fases e datas estão disponíveis no site oficial da Prefeitura

(www.ilhabela.sp.gov.br) no banner Plano Diretor de Desenvolvimento

Socioambiental de Ilhabela.

 

O Plano Diretor visa direcionar o crescimento urbano de forma estratégica,

evitando o crescimento desordenado e a ocupação irregular do solo. Com

diretrizes claras e metas ambiciosas, busca-se promover a equidade social e

melhorar a qualidade de vida dos cidadãos.


O acesso igualitário a serviços essenciais, como saúde, educação, transporte e

lazer, é uma das prioridades do plano, assim como a criação de espaços

públicos de qualidade, que proporcionem ambientes saudáveis e seguros para

todos.

 

A preservação ambiental também é uma preocupação central no Plano Diretor

de Ilhabela. O plano incentiva práticas sustentáveis na construção civil, gestão

de resíduos, uso de energia e transporte, visando minimizar os impactos

negativos ao meio ambiente.


Outro aspecto importante é o ordenamento do uso do solo. O estabelecimento

de zonas de uso residencial, comercial e de preservação ambiental, é uma

forma de evitar conflitos de interesse e criar um ambiente urbano harmonioso.

Assim, a cidade pode atender de maneira eficiente e organizada às

necessidades de sua população.

 

A mobilidade urbana também recebe destaque no Plano Diretor de Ilhabela.

Com a integração de diferentes modais de transporte, como transporte público,

ciclovias e calçadas acessíveis, a prefeitura busca reduzir congestionamentos

e melhorar a acessibilidade na cidade. O objetivo é oferecer um sistema de

transporte eficiente e seguro, facilitando o deslocamento da população.

 

“O Plano Diretor é o caminho que levará Ilhabela a se tornar uma cidade mais

justa, sustentável e habitável. Ao equilibrar o desenvolvimento econômico com

a preservação ambiental e a qualidade de vida, busca-se um crescimento

ordenado e responsável que atenda às necessidades de todos os cidadãos”,

conclui o prefeito Toninho Colucci.

0 visualização0 comentário

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page