top of page

Câmara Jovem: Eleitos jovens vereadores para a Mesa Diretora deste segundo semestre


Os jovens vereadores titulares da 5ª edição do programa Câmara Jovem de Caraguatatuba elegeram os novos representantes para compor a Mesa Diretora, até o final do ano, durante votação realizada em sessão ordinária realizada na tarde da última quarta-feira (13) no plenário do Legislativo.


Da mesma forma como ocorre com os vereadores eleitos pela população, os jovens vereadores escolheram entre os candidatos eleitos para os cargos de presidente, vice-presidente, primeiro e segundo secretário da Mesa Diretora para a condução dos trabalhos na segunda legislatura.


Após a discussão e votação de dois projetos (leia mais abaixo), foi realizada a votação para a eleição dos membros para compor os cargos da Mesa Diretora para o segundo semestre da legislatura. Cada candidato teve dois minutos de uso da tribuna para defender os motivos pelos quais acreditam que deveriam assumir o cargo pretendido.


Após a apuração dos votos pela equipe de professores da comissão eleitoral, a jovem vereadora Naara Correa Lopes foi eleita para o cargo de presidente. O cargo de vice-presidente foi empossado pelo jovem vereador Paulo Edward Reis Martins. Laura Bevilaqua Nascimento Santos e Nathália Cruz de Oliveira ocuparam os cargos de 1º secretária e 2º secretária, respectivamente.


“Um título muito importante e a realização de um sonho! Quero agradecer a todos que estão aqui presentes e que votaram em mim. Gostaria de parabenizar a todos os meus colegas vereadores que também foram eleitos e pela colaboração de todos os meus professores”, frisou a nova presidente do Câmara Jovem, Naara.


O presidente da Câmara, Tato Aguilar, agradeceu a participação e empenho de todos: “Parabéns a todos os jovens vereadores pelos trabalhos realizados, especialmente a jovem vereadora Maria Eduarda que exerceu um grande papel como representante e presidente do Programa Câmara Jovem. Todo este trabalho chegou para que pudessemos fortalecer ainda mais a democracia e os ensinamentos políticos como um todo, além do real papel de um vereador”, destacou.


Outros Projetos

Na primeira parte da sessão, os jovens vereadores titulares e suplentes tiveram a oportunidade de fazer o uso da tribuna para defender seus ideais e convicções. Já durante a segunda parte do expediente, destinada a ordem do dia, foram discutidos e deliberados dois projetos de lei. O projeto de lei n° 05/23 de autoria do jovem vereador Heitor Romancini Malícia institui o Programa de Valorização e Promoção da Cultura Caiçara e do Fandango no Município de Caraguatatuba. O programa tem como algumas de suas diretrizes a promoção de eventos culturais, festivais e encontros dedicados à cultura caiçara e ao fandango, além do apoio a artistas e a realização de oficinas, cursos e palestras com o intuito de transmitir conhecimento e valorização da manifestação cultural.


“Criei este projeto com o intuito de mostrar a importância do Fandango e da valorização dos costumes caiçaras para a população de nossa cidade. É uma cultura que faz parte de nossa história, mas que poucos a conhecem pois acabou sendo esquecida”, ressaltou.


A jovem vereadora titular Maria Vitória elogiou a propositura trazida pelo autor: “Um projeto muito criativo e que resgata as nossas origens enquanto povo caiçara. Parabéns pela iniciativa”, destacou. O projeto foi aprovado por unanimidade.


A segunda propositura discutida foi o projeto de lei nº 06/23 da jovem vereadora Laura Bevilaqua Nascimento Santos, que institui a rede de proteção e apoio psicológico na rede municipal de ensino. O projeto foi elaborado pela vereadora suplente de Laura, Thaís de Oliveira Braga. Em sua justificativa de defesa, Thaís explicou: “Durante a adolescência, lidamos com diversos desafios, passamos a ter objetivos e sonhos a conquistar. O Psicólogo Escolar contribui neste processo com os alunos, ensinando-os a administrar suas emoções em momentos de pressão, perdas e fracassos, bem como reconhecer suas forças, fraquezas e saber lidar com situações de estresse e ansiedade. Este profissional tem um papel fundamental na dinâmica das escolas, colaborando para a melhoria do aprendizado e detectando possíveis mudanças bruscas no comportamento e conduta do estudante”, destacou. O projeto também foi aprovado por unanimidade em votação pelos jovens vereadores.


2 visualizações0 comentário

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page