top of page

Educação de Ubatuba apresenta estrutura de funcionamento dos Núcleos de Inovação Tecnológica


Fonte: Secretaria de Comunicação / PMU

A Secretaria de Educação de Ubatuba reuniu gestores das escolas municipais na tarde de segunda-feira, 08, para apresentar o funcionamento do projeto Núcleo de Inovação Tecnológica, "Cuidando do Futuro".


O encontro aconteceu no Teatro Municipal Pedro Paulo Teixeira Pinto e também contou com a presença dos representantes da Faz Educação, empresa responsável pela viabilização do programa, principalmente, dos monitores que irão desenvolver os trabalhos nos núcleos.


A princípio, serão cinco polos de inovação tecnológica: EM Nativa Fernandes de Faria, no Sertão da Quina, pela região Sul; EM José Belarmino Sobrinho, no Puruba, pela região Norte; EM Mário Covas Júnior, no Ipiranguinha pela região Oeste; EM Profª Maria Josefina Giglio da Silva, Estufa II, região Central e a sede da Secretaria de Educação, que também fica no centro, funcionando temporariamente até o término da construção do polo no bairro do Itaguá. Os alunos das escolas próximas aos polos serão beneficiados com o acesso aos equipamentos por meio da criação de um cronograma para a utilização desses espaços.

Estrutura


Os núcleos foram idealizados pela atual administração a fim de atender demandas do município e proporcionar aos alunos e profissionais da Educação da rede municipal de ensino a oportunidade de acesso a tecnologias educacionais modernas em locais adequados, estruturados e equipados.


Eles contarão com uma equipe de monitores que auxiliarão professores e alunos, equipamentos de última geração, customização dos espaços com mobiliários modernos, internet local com wi-fi, conteúdos digitais, aplicativos, e um currículo de criatividade e programação para alunos e professores.


Também será ofertada formação continuada aos professores, para instrumentalização da tecnologia se tornar uma ferramenta como meio de ensino-aprendizagem.


A secretária da pasta, Fatinha Barros, comentou que o objetivo da implantação dos núcleos é a criação de espaços inovadores dedicados a ensino e aprendizagem, que serão esses centros de tecnologia para a Educação.


"Com muita alegria estamos recebendo esse momento histórico em Ubatuba que é o investimento em tecnologia. Profissionais e alunos de todas as idades poderão ter acesso às tecnologias educacionais para desenvolver suas habilidades, adquirindo conhecimentos a partir do uso dos recursos de forma divertida e lúdica em todas as disciplinas curriculares. Nosso objetivo é realmente inovar", salientou Fatinha.


O representante da empresa, professor Ton Ferreira, reforçou que a Faz Educação investe na formação continuada dos professores, pois "não adianta pensar só em tecnologia nas escolas se não tivermos a instrumentalização para utilizar esse recurso. É um prazer estar aqui em Ubatuba para que esse projeto caminhe junto com vocês e aconteça nesses núcleos", destacou.

Expectativa


A prefeita Flavia Pascoal esteve presente e enfatizou que levar a tecnologia para as escolas é um compromisso da gestão e que é um grande passo para toda a rede, principalmente, pela exigência de um novo modelo educacional que surgiu com a pandemia da Covid-19, e que já existe um trabalho para que outros investimentos sejam feitos no setor, como uma parceria com a rede estadual, que deve abarcar os alunos da cidade de uma maneira mais abrangente, não restringindo ao âmbito municipal.


"Queremos colocar, cada vez mais, acesso às nossas crianças à tecnologia. Esse é o caminho. Nesse mundo tecnológico e competitivo, não tem como a gente utilizar, ainda, lousa e giz. Nós temos que investir em tecnologia", afirmou Flavia.


A prefeita ainda destacou a importância de um planejamento para que a ferramenta não exista somente no ambiente escolar, mas que o projeto também englobe a formação dos professores para aliar conhecimento e prática, não restringindo somente aos equipamentos, mas em conteúdo que possa ser revertido em aprendizado e melhoria na qualidade da educação.


"Nós, professores, sabemos que nossa tarefa em aprender não tem fim então, que vocês também venham com essa premissa de aprender e ensinar e estarem abertos às trocas com os alunos, que também nos ensinam", disse. "Eu queria dar boas-vindas ao projeto e espero que a gente consiga direcioná-lo da melhor forma possível e que as escolas aproveitem esse trabalho, esse investimento, para poder dar um salto de qualidade, formação e, também, nas avaliações. Vamos nos empenhar e fazer nossa Educação crescer cada dia mais", finalizou Flavia.

Mais sobre a Faz Educação


A Faz Educação oferece serviços educacionais que vão ao encontro da realidade da gestão pública, sendo eles:


Formação Continuada de Professores com foco na metodologia, Organização de Eventos Educacionais (aliás, a Faz Educação já organizou duas vezes para Ubatuba (2020 e 2021), a Semana da Educação);


Além disso, oferece: Softwares de Gestão da Educação, Plataformas, Materiais Didáticos e Tecnologias Educacionais.


Consolidou o primeiro CIEBP – Centro de Inovação da Educação Básica Paulista em parceria com o Governo do Estado de São Paulo.


3 visualizações0 comentário

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page