top of page

Lei da vereadora Vera Morais deve reduzir a pobreza menstrual na rede pública municipal



Pobreza ou precariedade menstrual. Este é o nome dado à falta de acesso de adolescentes e mulheres a produtos básicos para manter uma boa higiene no período da menstruação. E, no Brasil, estudos mostram que uma em cada quatro adolescentes não tem acesso a absorventes durante o seu período menstrual.


Pensando nisso, e na necessidade de promover políticas públicas voltadas para tentar amenizar a pobreza menstrual a vereadora de Caraguatatuba, Vera Morais, é autora da lei para instituir o programa de fornecimento de absorventes higiênicos nas escolas da Rede Municipal de Ensino.


“Conheço muitas meninas que vivem este drama de não poder ir à escola pela falta de dinheiro para comprar um absorvente. Sabemos de casos de jovens que colocam papel higiênico ou até mesmo miolo de pão na tentativa de minimizar o problema. Fora o alto índice de evasão escolar durante o período menstrual”, comentou a vereadora Vera Morais.


Desde 2020, a saúde menstrual está inserida como Direito Humano Fundamental de acordo com uma cartilha elaborada pelo Fundo de Emergência Internacional das Nações Unidas para a Infância (Unicef).


“Agradeço ao prefeito Aguilar Junior e aos meus colegas vereadores que tornaram possível esta lei que certamente irá beneficiar milhares de meninas em nossa cidade”, finalizou Vera Morais.

1 visualização0 comentário

Commentaires


Post: Blog2_Post
bottom of page