top of page

Resultado da ADL em 4% coloca Caraguatatuba em situação de risco para epidemia de dengue

A Prefeitura de Caraguatatuba, por meio da Secretaria de Saúde, intensificou

as ações de controle ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika,

chikungunya e febre amarela. Até o momento, o município registrou 61 casos

positivos.


A preocupação é devido ao aumento de casos e do resultado da Avaliação de

Densidade Larvária (ADL) realizada pelos agentes do controle de dengue do

Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) durante o mês de abril. O índice obtido

foi de 4% considerado a média para o município. A atenção vai para região sul

que registrou taxa de 8,4%.


De acordo com o Ministério da Saúde, o índice menor que 1,0% é considerado

satisfatório; de 1,1% a 3,9%, o município entra em estado de alerta; e acima de

4,0% é considerado alto risco.


As atividades de combate ao criadouro do mosquito iniciam no bairro Golfinhos,

com vistorias e a eliminação de criadouros em imóveis residenciais e

comerciais da cidade. Já no bairro Porto Novo, onde foram registrados mais

casos positivos, é realizada a nebulização com inseticida fornecido pelo

Ministério da Saúde.


Os agentes de controle visitarão as casas para avaliar possíveis criadouros e

orientar os moradores sobre a importância de evitar água parada, realizando

uma limpeza periódica em reservatórios e qualquer local que possa acumular

água, mantendo-o totalmente cobertos com telas/capas/tampas, impedindo a

postura de ovos do mosquito.


Nos meses de maio e junho, as visitas ocorrerão na área de cobertura das

Unidades Básicas de Saúde nos bairros Golfinhos, Morro do Algodão, Porto

Novo, Barranco Alto, Travessão e Perequê-Mirim em conjunto com os agentes

comunitários de saúde.


Casos

De acordo com a Secretaria de Saúde, Caraguatatuba já registrou quase o

mesmo número de casos de dengue em 2022, que no ano passado inteiro. São

55 casos até abril deste ano, contra 72 do ano todo de 2021; um aumento de

quase 100% se comparado com o primeiro quadrimestre de 2021. Até o

momento nenhum óbito foi registrado.

0 visualização0 comentário

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page