top of page

Toninho Colucci é eleito presidente do Comitê de Bacias Hidrográficas do Litoral Norte

O prefeito de Ilhabela, Toninho Colucci, foi eleito presidente do Comitê de

Bacias Hidrográficas do Litoral Norte para o biênio 2023/2025, em eleição

realizada na última sexta-feira (7), de forma remota. O Comitê é formado por

representantes da sociedade civil organizada, municípios e Estado.

 

Devido à compromissos assumidos anteriormente, Colucci foi representado

pelo vice-prefeito de Ilhabela, João Pedro Reale e posteriormente destacou: ''É

com grande satisfação e responsabilidade que aceito assumir a presidência do

Comitê de Bacias Hidrográficas do Litoral Norte para os próximos dois anos.

Essa eleição comprova o reconhecimento do trabalho realizado no nosso

município na gestão dos recursos hidrográficos e do Meio Ambiente”.

 

Na abertura do pleito a secretária- executiva do Comitê, Jociani Debeni Festa,

falou sobre a importância das questões climáticas e de um Comitê fortalecido.

“Nossa proposta de trabalho só acontecerá com um comitê fortalecido pela

atuação dos representantes dos municípios que possuem governança no

território”.

 

Para a vice-presidência do Comitê foi reeleita Mônica de Toledo e Silva

Spegiorin, representante da sociedade civil organizada que destacou a

necessidade de grande articulação entre os três segmentos que compõem o

Comitê, para que a região receba o aporte de recursos e construa políticas

públicas que possam solucionar os graves problemas da região. “Tivemos uma

enorme contribuição da sociedade civil no último biênio, trabalhando

voluntariamente nas câmaras técnicas e trazendo o olhar de quem conhece e

vive a realidade da região”.

 

A eleição é feita da seguinte forma: a escolha da sociedade civil é feita por

votação entre as entidades cadastradas. Já o Estado e Municípios os membros

assumem por indicação.

 

Após a posse os participantes conheceram as diretrizes para a gestão das

águas 2023-2025, tendo como uma das ações colaborar na construção de

políticas públicas e ações efetivas para redução de riscos e desastres na

região através do trabalho de todas as câmaras técnicas e contribuir para o

desenvolvimento territorial com visão sistêmica, solidária, ecológica, com mais

equidade social e resiliente às mudanças climáticas.

1 visualização0 comentário

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page