top of page

Ubatubense vence o Circuito Banco do Brasil de Surfe da WSL na Itamambuca

Ubatuba mais uma vez teve destaque como a Capital do Surfe. No último final

de semana, de 25 a 28 de agosto, a praia de Itamambuca foi sede do Circuito

Banco do Brasil de Surfe, da terceira e decisiva etapa da classe Qualifying

Series da WSL (World Surf League – Liga Mundial de Surfe).


Dias de sol, ações de conscientização ambiental, plantio de mais de 400

mudas nativas e diversas atividades esportivas e de entretenimento na areia

marcaram o clima do campeonato da WSL, que há mais de 11 anos não era

realizado em Ubatuba. A disputa reuniu cerca de 100 atletas do Brasil e de

países vizinhos, sendo 30 ubatubenses e teve como objetivo principal descobrir

novos talentos brasileiros do surfe.


Entre os representantes de Ubatuba, o grande destaque foi o atleta Gabriel

Klaussner, de apenas 17 anos de idade, que levou o título de campeão do

Circuito computando os resultados das três etapas da disputa (etapas de

Garopaba – SC, Salvador – BA e Ubatuba – SP), junto com a experiente

Silvana Lima. Como prêmio, os atletas ganharam convites para participar do

único Challenger Series na América Latina neste ano, o Corona Saquarema

Pro apresentado pelo Banco do Brasil, que será realizado de 1º a 8 de

novembro em Saquarema.


“Não tem sentimento mais especial do que esse: ser campeão na frente da

minha família e dos meus amigos. Estou amarradão pela oportunidade de

poder competir em um evento do Challenger Series. Esse era o meu objetivo

deste ano. Eu vim para este campeonato para vencer o Circuito e, graças a

Deus, eu conquistei”, comentou Gabriel.



A pentacampeã brasileira de surfe profissional e duas vezes vice-campeã

mundial, Silvana Lima, além da conquista do título do Circuito Banco do Brasil

de Surfe também venceu as duas últimas etapas – em Salvador (BA) e a no

último domingo na praia de Itamambuca. Já na decisão da etapa realizada em

Ubatuba, na categoria masculina, quem levou a melhor foi o atleta Alejo Muniz.


Presente no último dia do evento, a prefeita Flavia Pascoal homenageou todos

os ubatubenses que participaram da disputa, salientando a vocação de

Ubatuba para o surfe. “Nós somos a capital do surfe e um evento como este só

reforça essa nossa vocação. Ver jovens talentos como o Gabriel Klaussner,

nos encoraja a continuar sempre apoiando o esporte na nossa cidade”,

comentou.


Etapa de Ubatuba foi a melhor do Circuito Banco do Brasil de Surfe


A etapa de Ubatuba foi a melhor do Circuito Banco do Brasil de Surfe, com

novos recordes sendo registrados nas boas ondas da praia de Itamambuca,

como as sete maiores somatórias e as três maiores notas dos três eventos. O

catarinense Matheus Navarro atingiu 18,17 pontos somando 9,17 com 9,00 na

sexta-feira.


Na grande final, Alejo Muniz conquistou o título por 17,10 a 16,77 pontos de

José Gundesen, com o campeão ganhando a segunda maior nota do ano,

9,27. Ela só ficou abaixo do 9,33 que o paulista Igor Moraes conseguiu nas

quartas de final, quando fez a segunda maior somatória das três etapas, 17,83

pontos.



“É uma honra muito grande voltar a sediar um evento da WSL, algo que não

ocorre há cerca de 11 anos na nossa cidade. Sabemos do potencial para

esportes do nosso município e vamos buscar cada vez mais incentivar essas

realizações”, finalizou Tiago Balio, secretário de Esportes e Lazer de Ubatuba.

O Circuito Banco do Brasil de Surfe, etapa de Ubatuba, foi realizado com

patrocínio do Banco do Brasil e BB Asset Management, com apoio da

Prefeitura Municipal.

2 visualizações0 comentário

Comentarios


Post: Blog2_Post
bottom of page