top of page

Ubatuba vai oferecer curso gratuito de licenciatura para Comunidades tradicionais




Historicamente, as Comunidades Tradicionais enfrentam barreiras significativas no acesso à educação superior. Como uma forma de mudar essa realidade, a Secretaria de Educação de Ubatuba recebeu, na tarde de segunda-feira, 8, representantes da Universidade Federal do ABC (UFABC) e da Universidade Federal do Estado de São Paulo (UNIFESP) para propor uma parceria para oferta de curso gratuito de Licenciatura em Educação de Campo para integrantes dessas comunidades.


A articulação perante às instituições foi mobilizada pelo quilombo da Caçandoca, juntamente com o Coletivo Caiçara do Litoral, para que os povos tradicionais sejam atendidos por meio da demanda.


O curso formará professores para atuar nos anos finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio, habilitando para lecionar as seguintes disciplinas: História, Geografia, Filosofia e Sociologia. Qualquer pessoa das Comunidades Tradicionais que tenha concluído o Ensino Médio poderá se inscrever. Além disso, 50% das vagas será disponibilizada para professores que já tenham ensino superior e queiram participar da formação. No total, são 60 vagas: 30 para Ubatuba e 30 para São Sebastião.


Com duração de quatro anos, a previsão de início é agosto deste ano. As aulas acontecem três vezes por semana, à noite, e em um fim de semana por mês. Em Ubatuba, a proposta é que a formação aconteça no Quilombo da Caçandoca.


Por isso, a Prefeitura estuda, também, a logística para facilitar o acesso dos participantes


Para a prefeita Flavia Pascoal (PL), se trata de uma oportunidade única, principalmente, de fortalecimento da cultura e das raízes. “Oferecer cursos de formação que levam em consideração as necessidades e especificidades das comunidades tradicionais são uma forma de preservar e valorizar sua cultura, conhecimentos e práticas tradicionais. Para nós, esse reconhecimento é fundamental”, afirmou.

 

6 visualizações0 comentário

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page